Preciso passar por situações amargas para se tornar uma verdadeira vencedora.


Meu nome é Alexandrina Chemane, sou natural de Gaza, nasci em Chibuto, cresci em Xai- Xai, tendo me mudado para Maputo em 2002 onde vim a terminar os estudos sendo que tenho agora o grau de Mestre em Gestão de Politicas económicas pela Universidade Eduardo Mondlane.

Tudo começou porque sempre foi meu sonho além de trabalhar para o patrão fazer qualquer coisa que beneficiasse além de mim e minha família e outras pessoas da Sociedade o facto de ter um espaço grande em Mafavuca uma zona muito produtiva levou também a ir atrás do negócio e assim comecei com a produção de cereais e hortícolas e criação de aves e gado resolvendo assim problemas de nutrição visto que é ligado a alimentos nutritivos e eu mesma ajudo a educar na área de nutrição porque já passei de muitas formações sobre alimentos nutritivos.

Mas como o empreendedorismo não é um ramo fácil, pensei em desistir por dois motivos, lavrei 8 hectares lançei a semente e o calor arrastou tudo fiquei sem nada e segundo tinha frangos já na terceira semana chuva abalou a cidade de Maputo e o aviário em Hulene ficou alagado morreram todos os 800, sentei e analisei e não vi nenhum negócio com risco zero e cresci vendo minha mãe a ir a machamba em zonas baixas no Xai-Xai onde as vezes quando esperava pra colher a chuva não perdoava e arrastava tudo, mas logo depois ela de novo estava la com toda energia.

E esse foi um dos momentos mais difíceis pois era uma contradição perdi as culturas por falta de chuva e depois frangos por excesso de Chuva me deixou muito triste mesmo, mas entendi que nem tudo depende de nós, existem riscos no negócio e foi mais uma lição de vida, entendi que nem tudo é um mar de Rosas as vezes é preciso passar por situações amargas para se tornar uma verdadeira vencedora. Afinal desistir é o lema dos fracos.

E cá estou eu ainda com alguns desafios pela frente, pois não consegui ainda instrumentos que me ajudem a distanciar de certas calamidades naturais, mas sou uma mulher forte, batalhadora que não aceita derrota ou não se deixa morrinhar só porque falhou.

Um conselho para quem quiser seguir pelo caminho do empreendedorismo, crie um plano de negócio sustentável e avalie o risco antes para não desistir na primeira tempestade, afinal este e um dos ramos com um risco muito mais elevado com estas mudanças bruscas do clima e pior quando não temos instrumentos que nos ajudem a controlar.

Share this Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *